NÚMEROS
Terceira Parte
Nas margens orientais do Jordão

5.18  A ELEIÇÃO DE JOSUÉ

Moisés se preocupa com a chefia do Povo de Israel e pede um sucessor a Iahweh, quando pressentiu a própria morte. Josué é então indicado pelo próprio Iahweh, o único que poderia fazê-lo:

"Então, falou Moisés a Iahweh, dizendo: "Que Iahweh, Deus dos espíritos de toda carne, ponha um homem sobre esta congregação, que saia diante deles, e que entre diante deles, e que os faça sair, e que os faça entrar; para que a congregação de Iahweh não seja como ovelhas que não têm pastor". Então, disse Iahweh a Moisés: Toma a Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e põe a tua mão sobre ele. E apresenta-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, e dá-lhe mandamentos aos olhos deles, e põe sobre ele da tua glória, para que lhe obedeça toda a congregação dos filhos de Israel. E se porá perante Eleazar, o sacerdote, o qual por ele consultará, segundo o juízo de Urim, perante Iahweh; conforme sua ordem, sairão; e, conforme sua ordem, entrarão, ele, e todos os filhos de Israel com ele, e toda a congregação. E fez Moisés como Iahweh lhe ordenara; (...) e sobre ele pôs as mãos e lhe deu mandamentos, como Iahweh ordenara... " (Nm 27,15-23).

A menção de Josué para continuar a missão de Moisés aparece desde o malogro da expedição dos batedores em Cades, quando se vistoriaria a Terra de Canaã. A informação está no próximo livro de Deuteronômio, mais uma vez exemplificando-se o fato de que, na Bíblia, nem sempre um capítulo ou mesmo um livro esgota um tema:

"...Também tu lá não entrarás. Josué, filho de Num, que está diante de ti, ele ali entrará; anima-o, porque ele fará que Israel a receba por herança" (Dt 1,37-38)

"Disse Iahweh a Moisés: Eis que os dias se aproximam em que deves morrer. Chama Josué, e apresentai-vos na tenda da congregação, para que eu lhe dê ordens. Assim, foram Moisés e Josué e se apresentaram na Tenda da Reunião. Então, Iahweh apareceu, ali, na coluna de nuvem, a qual se deteve sobre a porta da tenda. (...) Ordenou Iahweh a Josué, filho de Num, e disse: "Sê forte e corajoso, porque tu introduzirás os filhos de Israel na terra que, sob juramento, lhes prometi; e eu estarei contigo" (Dt 31,14-15.23).

"Que Iahweh... ponha um homem sobre esta congregação, que saia diante deles, e que entre diante deles, e que os faça sair, e que os faça entrar; para que a congregação de Iahweh não seja como ovelhas que não têm pastor" (Nm 27,16-17) - tal como o pastor dirige o rebanho, em segurança, para dentro e fora do redil, Iahweh sempre pastoreia Israel. Só a Ele cabe então a escolha do condutor dos Israelitas, do substituto de Moisés, para que "a comunidade do Povo de Iahweh não fique ao léu, abandonada "como ovelhas sem pastor" (1Rs 22,17; Ez 34,5; Mt 9,36). Com essas mesmas palavras, Mateus anuncia a Instituição do Apostolado por Jesus Cristo:

"E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades. Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam abatidas e cansadas como ovelhas sem pastor. E, então, se dirigiu a seus discípulos: A messe é grande, mas poucos os operários. Rogai, pois, ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe. Tendo chamado os seus doze discípulos, deu-lhes Jesus autoridade sobre espíritos imundos para os expelir e para curar toda sorte de doenças e enfermidades. Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: primeiro, Simão..." (Mt 9,35-10,2).

Jesus repete esse ato, tal como Moisés, para não deixar a sua Igreja acéfala, desprovida de pastoreio, passando-o a Pedro, após a Ressurreição:

"Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, tu me amas-me mais do que estes? Ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Ele lhe disse: Apascenta os meus cordeiros. Voltou a perguntar-lhe pela segunda vez: Simão, filho de João, tu me amas? Ele lhe respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Pastoreia as minhas ovelhas. Perguntou-lhe pela terceira vez: Simão, filho de João, tu me amas? Pedro entristeceu-se por ele lhe ter perguntado, pela terceira vez: Tu me amas? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. Jesus lhe disse: Apascenta as minhas ovelhas" (Jo 21,15-18).

Era necessário, portanto, Iahweh não deixar Israel sem comando, mas, indicasse um homem para conduzi-lo em segurança, por qualquer caminho e em qualquer direção, seja entrando, seja saindo, levando-o ao cumprimento pleno de sua Missão. Por sua vez, da mesma maneira que um pastor conduz seu rebanho às boas pastagens e o traz de volta ao redil, "entrando e saindo na sua frente", assim deverá proceder Josué, como chefe dos Israelitas. Receberia pela imposição das mãos todo o poder, autoridade, dignidade e aptidão que tinha Moisés. Esse ato de impor as mãos implicava a idéia de unidade e solidariedade, com a entrega de qualidades para o exercício pleno da missão, ato comum nas Escrituras (Lv 1,4; 16,21; Nm 8,10). Recebendo de Moisés o encargo fica-lhe em menor projeção e até mesmo subordinado, donde sua vinculação indissociável ao Sacerdote. A este vai sempre recorrer para a apuração dos desígnios de Iahweh, com a consulta de oráculos, com o uso do Urim,. ou Tumim, objetos de manejo exclusivo do Sacerdote (Ex 28,30 / 1Sm 14,41):

"Então Moisés fez como Iahweh lhe ordenara: tomou a Josué, apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, impôs-lhe as mãos, e lhe deu a comissão; como Iahweh falara..." (Nm 27,22-23).

Josué ocupará então o cargo de Moisés, que o transmite com a mesma autoridade e a mesma dignidade, pelo que a comunidade israelita irá a respeitá-lo e acatá-lo em substituição, quando se sua morte. Não poderia ser outro o indicado para o encargo, tanto pela sua descendência de Efraim, condição política para manter a paz tribal, como por seu valor pessoal, já demonstrado várias vezes: - Sempre ao lado de Moisés, subiu com ele ao Sinai (Ex 24,13) comandou a luta contra os amalecitas (Ex 17,9), permaneceu fiel a Iahweh no episódio do Bezerro de Ouro (Ex 32,17), tentou infundir ânimo e coragem no povo por ocasião da vistoria dos batedores, sendo então quase apedrejado por isso (Nm 14,6-10) e "não se afastava do interior da Tenda de Reunião" (Ex 33,11), em oração na presença de Iahweh. Além de tudo isso "nele está o Espírito" (Nm 27,18), e nele Moisés impõe as mãos, meio pelo qual Iahweh o torna "cheio do Espírito de Sabedoria" (Dt 34,9).

 |Volta|  |Índice Cap 5|  |Índice do Curso|  |Continua|


[Volta ao Índice Geral]  [Cadastro no Curso]  [Evangelho do Dia]  [Home]

CURSO DE BÍBLIA PELA INTERNET
- MUNDO CATÓLICO WEB SITE
  Copyright © 1997 by J.Haical Haddad - Página criada em 22/05/99
Hosted by C.Ss.R.Redemptor, Visite a Editora Santuário